Resenhas

Resenha de livros

Resenha: Érica - Larissa Barros Leal


 Yoo pessoal, vocês estão bem?!

 Gente, recentemente abri parcerias com autores, mas já estou fechando (risos). De repente meu tempo todo foi embora, e chegou a Maratona Literária que estamos organizando, mil coisas chegaram aqui, provavelmente só vou começar a postar as resenhas de parceria mês que vem (com exceção de Érica), então já vou deixando as minhas sinceras desculpas e explicações aos autores que me enviaram as suas obras. Vou tentar estar sempre em contato com vocês, mas infelizmente esse mês não vai dar para postar as resenhas dos livros que vocês me enviaram (lembrando que sai uma resenha toda semana, nada mais, nada menos).

 Estive pensando em tirar férias do blog para organizar a minha vida escolar, mas isso só ia acarretar mais postagens atrasadas, eu iria perder o controle e provavelmente mandaria tudo se explodir. Então vamos deixar como está: saindo postagem quando der, e quando não der; paciência.

 Porque estou falando tudo isso? Era para a resenha do livro Érica ter saído segunda-feira, e estou com tanto mal estar ultimamente que nem divulgação do sorteio do Malfeito Feito eu estou com pique para fazer, no twitter.

 (Já estou vendo que tem muita groselha nessa postagem... vou tentar explicar tudo em um update, sexta feira).


Érica - Larissa Barros Leal




 Érica tinha uma vida normal em Fortaleza até a manhã em que seus pais foram mortos em seu lugar. Após descobrir que foi incluída na lista negra da Ordem das Doze Tribos de Israel, recebe um convite para se tornar uma agente da União Europeia, que luta com todas as suas forças para impedir que judeus fundamentalistas exterminem a humanidade. Enquanto isso, em Moscou, dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos e lidam com a revelação de um segredo que envolve uma das vítimas. No Cairo, uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha arquitetada pela ODTI para submetê-la ás suas decisões. Em Washington, sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Em Pequim, um filho procura o pai, há meses desaparecido... Todas essas histórias se conectam. As tensões não são apenas entre povos e religiões, mas também entre pais e filhos, amigos, casais. E a pergunta que não quer calar: conseguirá Érica salvar o mundo da destruição cada vez mais próxima?

Resenha


 Quando encontrei a FanPage do livro Érica, já senti que seria uma grande história só pela capa e pela sinopse. Quando a Larissa aceitou fazer parceria com o Malfeito Feito, quase surtei de alegria!

 No prólogo, a autora nos trás fatos históricos, onde a história vai começar, onde vamos entender a história.

 Ao mesmo tempo que esse livro vai focar em Érica, uma garota que está prestes a ter a sua tão sonhada festa de quinze anos, vai mostrar o ponto de vista de várias outras pessoas que estão passando por um problema em comum: uma organização chamada Ordem das Doze Tribos de Israel (ODTI).

 Essa ordem conquistou seus fiéis israelenses através de Deus, mas seus planos sempre foram acabar com todos que um dia fizeram ou tiveram algo contra os Judeus.
 O desenrolar da história é completamente intrigante, com tantos personagens e tantos conflitos, ao invés de deixar a história confusa, só deixaram ela mais interessante ainda.

 Após a sua festa de quinze anos, Érica descobre que seus pais foram mortos, isso porque essa ordem israelense "decidiu" que ela era um potencial perigo para eles, e, talvez uma tragédia dessa gravidade deixariam ela inoperante. Mas, mal sabiam eles que essa tragédia só serviu para transformar Érica em um perigo duas vezes maior.

 O plano dessa organização é mundial, e uma catástrofe sem fim. Realmente Érica é a única quem pode acabar com essa insanidade, e vai se empenhar para fazer isso.

 Uma das coisas mais interessantes nesse livro, é o modo como os conflitos tem ligação, e não só uma. Realmente foi um livro muito bem pensado e muito bem escrito.

 A única parte que achei um pouco confusa, foi o tempo da história, de repente haviam-se passado semanas, e eu ainda não tinha superado o que havia acontecido na página anterior... Mas de forma alguma isso afetou na avaliação final do livro. Super recomendo!

 Nota: