Resenhas

Resenha de livros

Resenha do livro: Memórias de um Sargento de Milicias

Olá malfeitores!!
Essa é minha primeira resenha literária para o blog e espero que gostem! O titulo parece chato, e por ser uma literatura obrigatória de vestibular parece ser muuito mais chato ainda, mas acredite, a linguagem deste é simples e a história divertida! 


SINOPSE


A linguagem popular e a vida das camadas pobres e médias são as protagonistas deste romance que faz uma crônica de costumes do Brasil de dom João VI. Publicado pela primeira vez como folhetim, este romance descreve a trajetória do anti-herói Leonardo, endiabrado filho de imigrantes portugueses que, após uma infância atribulada, escolhe a vadiagem como ocupação e, depois de inúmeros percalços, acaba se tornando um sargento de milícias.

O início se da em um navio de Portugal para o Brasil, Leonardo Pataca e Maria da Hortaliça se conhecem nele é,preciso pontuar que Leonardo é Meirinho, um tipo de guardinha, e trabalhava para a côrte, o que o dava um ego mais que inflado perante os outros.Entre “pisadelas e beliscões “ surge o amor, a união, e um  bebe cujo nome não é dito em boa parte da história, e por isso os leitores o chamam sempre de “ Leonardinho “.

Com o passar do tempo Leonardo Pataca percebe que sua Maria estava um pouco “ escorregadia”, trocando olhares com capitães de navios, e outras pessoas, e um dia descobre a traição, explode com a mulher, que entre brigas e gritos abandona a casa, deixando o filho para trás. Claro que Leonardo fica sem chão, não tenta procurar a mulher para não ferir seu orgulho, e sem saber como agir deixa o filho para ser criado pelo padrinho barbeiro, deixando-o a mercê do homem.

Temos aí um paralelo divertido, a narração mostra o crescimento de Leonardinho sob os cuidados do padrinho,e  como prossegue a vida do pai, Leonardo Patacas.
Vemos um jovenzinho que é muito amado pelo padrinho crescer e se tornar cada vez mais endiabrado, curioso e bagunceiro, e o padrinho tentando educá-lo, ciente de que o garoto será padre um dia. Do outro lado da história vemos Leonardo Patacas se metendo em problemas atrás de uma cigana sedutora, se humilhando por ela, e fazendo todas as mandingas e tramoias possíveis para tirar os concorrentes do caminho.

A trama mostra o crescimento de Leonardinho de uma forma engraçada e quanto mais se lê mais explica-se sobre os personagens  e suas origens, tornando assim a história muito rica.

O livro tem 160 páginas, é do ano de 1998 e conta com uma linguagem moderadamente cansativa, muita narração mas ainda falha quanto a criação dos personagens, foi preciso muita leitura para começar a construir a personalidade de cada um. Outro ponto negativo é a extrema ligação de dependência que há na história, se o leitor perder uma única parte, não entender o contexto ele se perde totalmente dentro dela. Diante disso dou nota 4.
Boa leitura!


Nenhum comentário: