Resenhas

Resenha de livros

Entrevista com Caroline Rocha, autora de "Confusões e Indecisões de uma adolescente"




A entrevistada de hoje é a Caroline Rocha, autora de Confusões e Indecisões de uma adolescente! 
A Caroline é muito querida e atenciosa, somos colegas de editora (sim, ela também é da Matrix ♥) e é do Rio de Janeiro!
Ela falou sobre suas inspirações, sobre como começou a escrever e muito mais! 



Vem conferir!

Sinopse do livro: Quando Thiago, o melhor amigo de Pamela, se declara para ela, a garota fica completamente confusa e vê como única saída começar a escrever para tentar desabafar e achar uma solução, que, até então, parecia ser algo impossível. Entretanto, sem perceber o que acontece em paralelo, ela começa a se questionar por que tem uma sensação estranha ao ver e falar com o Felipe, um colega de Thiago. Afinal, Felipe é o tipo de garoto de quem Pamela menos gosta: irresponsável, galinha e antipático! O que ela estava sentindo só podia ser raiva...



MF:  Caroline, quando foi que você sentou e pensou: “quero escrever um livro”?
Caroline:  Eu sempre escrevi muito. Comecei com pequenos poemas, depois criei poemas mais extensos, reflexões, até o dia que eu percebi que, do jeito que eu já escrevia e gostava de fazer isso, eu podia arriscar escrever um livro. Então foi só escolher uma das várias histórias que eu já tinha inventado na minha cabeça e começar a digitar!


MF: Foi algo natural o gênero do “Confusões e Indecisões de uma adolescente”? Ou você nunca se imaginou escrevendo um livro voltado para o mundo jovem e, no fim, acabou acontecendo?
Caroline: Sempre fui, e ainda sou, apaixonada por filmes de Comédia-Romântica e livros deste gênero. Gosto de outros gêneros também, mas o meu primeiro livro tinha que ser nesse gênero!

MF: É o seu primeiro livro?
Caroline: Sim! É o primeiro livro publicado e é o primeiro que escrevi!


MF: Quanto tempo demorou para escrever o livro?
Caroline: Em torno de 1 ano.

MF: Três palavras para Pamela, a personagem principal!
Caroline: Sincera, amiga e real.

MF: Tem livro novo chegando ou sendo escrito?
Caroline: Já tenho um novo livro sendo escrito! O que já posso deixar adiantado é que é uma história totalmente nova, mas no mesmo gênero!

MF: Uma vez a Tammy Luciano falou que só quando lançamos nosso livro (primeiro, segundo, terceiro; não importa) sentimos medo como escritor/a. Você teve muitos medos até chegar aqui?
Caroline: Do fundo do meu coração, como escritora, não! Eu acho que, quando a gente escreve, a gente está se doando inteiramente para uma arte voltada ao entretenimento e, às vezes, à educação. Então, o que eu sempre pensei foi em fazer a diferença para os leitores, pensava apenas no que poderia dar certo. Agora, como pessoa, eu continuo não gostando muito de falar ao microfone! rs
Caroline e seu livro ♥


MF: O lançamento dele foi do jeitinho que você imaginou?
Caroline: Foi melhor! Como era o primeiro e como não conhecia ninguém que já tinha publicado um livro, foi tudo novidade! Eu lembro até hoje do dia em que a Editora Matrix mandou a capa do livro para eu ler e eu não sabia se via a capa ou se pulava pelo quarto! Rs A noite de autógrafos na Livraria da Travessa também foi mágica!

MF: Somos colegas de editora, mas cada caminhada literária é única! Então, conta como foi ter sido aceita pela Matrix e qual sua reação!
Caroline: Foi uma felicidade enorme! Antes de enviar o original, eu pesquisei por editoras que publicavam o gênero do meu livro, e eu fiquei muito interessada na Matrix. Lembro que, quando enviei pelo site deles, estava escrito que a resposta seria rápida e, na mesma hora eu pensei: “Se Deus quiser vai ser rápida mesmo!”. No dia seguinte já tinha um e-mail deles na minha caixa de entrada pedindo meus contatos para poderem falar comigo! Nossa! A emoção foi tão grande que pedi para a minha mãe confirmar se eu tinha digitado todos os números dos telefones corretamente! Rs

Capa do livro

MF: Como sua família e seu marido reagiram diante de tudo isso? De todo esse sonho tomando forma, sendo criado e, por fim, sendo lançado?
Caroline: Tive apoio de todos! Minha mãe também é formada em Letras e me ajudou a fazer a revisão do livro antes de enviar o original para a editora. Meu marido, noivo na época, me ajudou no processo dos direitos autorais. E a família inteira ajudava na torcida e nas orações.

MF: Quais seus gêneros favoritos (tanto para escrever, quanto para ler)? Caroline: Infanto-juvenil, no estilo dos filmes de comédia-romântica, é o meu preferido. Também gosto de mitologia grega, romance e aventura.

MF: Indique um livro nacional e um internacional para os leitores do blog!
Caroline: Ah, o verão – Fernanda Belém e Série Desaparecidos – Meg Cabot.

MF: Você teve bloqueios criativos ou se afastou por algum motivo do livro quando ele estava sendo escrito?
Caroline: Tive que me afastar por um tempo por conta do trabalho. A correria não me permitia ter tempo de poder sentar por algumas horas para escrever.


MF: Gosta de total silêncio ou tem que ter música na hora de escrever?
Caroline: Não costumo escrever com música, mas também não preciso de silêncio total! Algumas vezes meu marido está vendo televisão e eu fico ao lado dele escrevendo. O importante é que a ideia não fuja da cabeça!


MF: Quais suas maiores inspirações no mundo literário? Quem foi o escritor/a que te fez desejar ser uma também?
Caroline: Meg Cabot, sem dúvida. Um livro que gosto muito e que foi o “culpado” por me viciar em leitura é Harry Potter, mas a escritora/pessoas que a Meg Cabot é e todos os livros dela, foram os que plantaram a sementinha “quero ser escritora!”


MF: E, para fechar a entrevista, diga o que você acha do seu Confusões e Confissões de uma Adolescente e quais os motivos para ele entrar na listinha de compras da galera!
Caroline: O meu objetivo ao escrever Confusões e Indecisões de uma adolescente é que todos os leitores tenham um melhor amigo. Não escrevi um livro para ser apenas lido, mas eu usei várias formas para que o leitor ficasse em constante diálogo com o livro durante toda a leitura. Dessa forma, as pessoas não estão comprando somente um livro, mas um amigo com quem elas possam conversar, se divertir, aprender e, para quem já passou dessa fase adolescente, voltar a viver os sentimentos que ficaram esquecidos no passado!

Um ping-pong rapidinho:
Uma cor: Lilás
Um livro: Série Harry Potter
Uma música: Celebrar - Jammil
Um ator: Adam Sandler
Uma atriz: Adriana Esteves
Um filme: Wimbledon – O jogo do amor
Uma comida: Arroz, feijão, bife e batata frita
Uma escritora: Meg Cabot
Um escritor: Rick Riordan
Um blog: Meu, seu, nosso blog literário
Um sonho: Ser uma escritora conhecida
Uma palavra:

Uma vontade: Fazer diferença com os meus livros


Links da autora:

A Caroline também é blogueira, então confira aqui as redes sociais do Meu, seu, nosso blog literário:

Redes sociais da Caroline:
Facebook | Twitter | Instagram 

Adrielli Almeida

2 comentários: